1

Ontem

quinta-feira, 24 de abril de 2014


"Ontem chorei. Por tudo que fomos. 
Por tudo o que não conseguimos ser. 
Por tudo que se perdeu. Por termos nos perdido. 
Pelo que queríamos que fosse e não foi. Pela renúncia. 
Por valores não dados. Por erros cometidos. Acertos não comemorados. 
Palavras dissipadas.Versos brancos. Chorei pela guerra cotidiana. 
Pelas tentativas de sobrevivência. 
Pelos apelos de paz não atendidos. Pelo amor derramado. Pelo amor ofendido e aprisionado. 
Pelo amor perdido. Pelo respeito empoeirado em cima da estante. 
Pelo carinho esquecido junto das cartas envelhecidas no guarda- roupa. 
Pelos sonhos desafinados, estremecidos e adiados. Pela culpa. Toda a culpa. Minha. Sua. 
Nossa culpa. 
Por tudo que foi e voou. E não volta mais, pois que hoje é já outro dia. 
Chorei..."

- Caio Fernando Abreu


Sobre o Autor:
Eduardo Montanari Nascido e ainda morando na cidade de Bauru, interior do Estado de São Paulo, sou estudante de Design e trabalho como designer e web designer, áreas pelas quais tenho muito interesse. Amo cinema, quadrinhos e boa música.



1 Divagações

  1. :)
    Grande Caio.
    Escreve como se fosse nossas palavras.

    Abraço. Lu

    ResponderExcluir

Muito obrigado por comentar. Sendo contra ou a favor de minhas opiniões, as suas são muito interessantes para mim. Tenha certeza!